ADRA – Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais

Escrito por Depto de Comunicação | Aldeia da Serra.

Tagged: ,

ADRA

Publicado em 27 de fevereiro de 2011 | Nenhum Comentário

 QUE É A ADRA? – NOSSA DECLARAÇÃO DE IDENTIDADE

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais – ADRA é uma organização humanitária global da Igreja Adventista do Sétimo Dia que demonstra o amor e a compaixão de Deus.

POR QUE A ADRA EXISTE
Vivemos em um mundo complexo, com aumento nos conflitos bélicos, tensão entre nações, fome, economias fragilizadas, inflação, desemprego, insegurança nas metrópoles, constantes catástrofes naturais, ou seja, uma diversidade de situações que levam ao sofrimento humano. Para responder às necessidades conseqüentes a estas adversidades e seguindo o exemplo de Cristo que por onde andava deixava um rastro de amor, de cura, de ensino, de perdão, de esperança, a Igreja Adventista do Sétimo Dia fundou a ADRA.

O QUE FAZEMOS
O trabalho da agência é uma expressão representativa do desejo dos Adventistas do Sétimo Dia de melhorar a qualidade de vida daqueles em necessidade, focalizando suas ações em 5 áreas: Segurança Alimentar, Desenvolvimento Econômico, Educação Básica, Saúde Primária, e Gestão de Emergências.

DECLARAÇÃO DE MISSÃO
A ADRA trabalha com pessoas em situação de pobreza e dificuldade para criar uma mudança positiva e justa através de parcerias e ação responsável.

DECLARAÇÃO DE VISÃO
A ADRA é uma rede eficiente, profissional e de aprendizagem que incorpora integridade e transparência. A ADRA transpõe fronteiras fortalecendo e sendo uma voz em prol daqueles que estão em risco social e marginalizados para alcançar mudanças mensuráveis, documentadas e duradouras em suas vidas e na sociedade.

 

PRINCÍPIOS E VALORES – A ADRA CRÊ. . .
• Que por meio de atos humanitários damos a conhecer o caráter justo, misericordioso e amante de Deus.  
• Que trabalhar com aqueles em necessidade é uma expressão do nosso amor a Deus.
• Que o ministério compassivo de Jesus é seu próprio motivo e recompensa.
• Ser uma agência de mudança e um instrumento de graça e providência.
• Que expressa preocupação, compaixão e empatia através do seu trabalho.
• Que uma parceria eqüitativa com aqueles em necessidade resultará numa mudança sustentável.  
• Que idade, sexo, raça, cultura e famílias enriquecem as comunidades com as quais trabalha e são recursos a serem respeitados e afirmados.
• Em não-discriminação e respeito às diferenças, aceitando as pessoas como iguais sem levar em consideração raça, etnia, sexo, filiação política ou religiosa.   
• Em desenvolvimento participativo que utiliza as capacidades tanto de homens como de mulheres e provê oportunidade igual a indivíduos com variadas experiências étnicas, religiosas e culturais.
• Que todas as pessoas têm o direito fundamental à atenção, bens e serviços básicos.
• Que todas as pessoas, especialmente as crianças, têm o direito a uma vida de oportunidades e a liberdade de construir o seu futuro.  
• Em capacitar parceiros a criar estruturas comunitárias participativas e sustentáveis para compartilhar informações e ação civil.  
• Que todos os recursos, oportunidades e benefícios são contribuições que devem ser administrados com responsabilidade.
• Que todas as pessoas, em especial as mulheres e crianças, têm o direito à proteção e a uma vida livre de violência, exploração sexual e todas as outras formas de abuso.  
• Ser uma agência que demonstra integridade e transparência em seu trabalho em todos os níveis.

 

 

UMA HISTÓRIA DE SERVIÇO

A história da ADRA se inicia com os conflitos da I e II Guerras Mundiais quando os Adventistas do Sétimo Dia se mobilizaram para arrecadar e distribuir roupas, alimentos e medicamentos para as pessoas afetadas.

A agência foi organizada em Novembro de 1956, sendo originalmente denominada de Seventh-day Adventist Welfare Service – SAWS (Assistência Social Adventista). Em 1958, a SAWS relatou envios de ajuda para 22 países com um valor total de aproximadamente US$485.000. Quatro anos depois, o número de países havia aumentado para 29, com um valor total de US$2,3 milhões em doações.

Pelos meados dos anos 70, a organização começou a estender suas ações, ampliando sua missão humanitária para programas direcionados ao desenvolvimento de longo prazo. Como conseqüência teve seu nome mudado para Seventh-day Adventist World Service – SAWS (Serviço Mundial Adventista) em 1973, ou seja, substitui-se a palavra “welfare” – assistência social, por “world” – mundo.

Em 1983, a SAWS ainda passou por outra mudança de nome para refletir ainda melhor sua missão e atividades, tornando-se a “Adventist Development and Relief Agency” – Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA). O trabalho da ADRA cresceu rapidamente com programas maiores em vários países, enfatizando o desenvolvimento comunitário, o desenvolvimento institucional e a contínua gestão de emergências.

A ADRA é atualmente uma das principais organizações de ajuda humanitária não-governamentais no mundo. Em 1997 a agência recebeu o Status Consultivo Geral das Nações Unidas, uma oportunidade única que deu à ADRA voz ativa na comunidade internacional. Em 2006 prestou auxílio para aproximadamente 46.8 milhões de pessoas com recursos avaliados em mais de US$288 milhões. Mais de 4.600 pessoas compõe a equipe da ADRA distribuídos em 125 países.

À medida que novos desafios e necessidades surgem, a ADRA continua a se empenhar para realizar sua missão de refletir o amor de Deus, contribuindo para que milhões de pessoas sejam transformadas quer seja através das ações de serviço humanitário quando enfrentam situações de emergência ou pelo desenvolvimento de suas próprias capacidades ao participarem de projetos implementados pela ADRA.

ONDE TRABALHAMOS NA DIVISÃO SUL AMERICANA
Na Divisão Sul Americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, a ADRA está presente na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.

AS CINCO LINHAS DE AÇÃO:

COMO TRABALHAMOS PARA A SEGURANÇA ALIMENTAR

Os programas de segurança alimentar da ADRA englobam tanto medidas de curto como de longo prazo.

Através da ajuda alimentar em situações de emergência, a ADRA satisfaz as necessidades de curto prazo para refugiados, deslocados internos e sobreviventes de catástrofes.

Os programas de segurança alimentar da ADRA que se concentram em soluções de longo prazo buscam acabar com a fome permanentemente, e incluem treinamento de agricultores em habilidades para aumentar a 
produção de alimentos, técnicas de marketing, recuperação de áreas degradadas e instrução sobre como satisfazer as necessidades nutricionais de adultos e crianças.

Entre exemplos bem sucedidos está o trabalho da ADRA na Bolívia onde várias comunidades no Departamento de Chuquisaca participantes de seus projetos já exportaram cebola para a Colômbia, feijão fava para o Japão, e cujos pomares de pêssegos estão produzindo maior quantidade de frutos e de melhor qualidade. Como resultado, agricultores tiveram um aumento nos seus ingressos econômicos para comprar seus próprios insumos, decidiram ampliar as terras cultiváveis e incentivaram outras comunidades a seguir seu exemplo.

 

Outro exemplo de êxito é o projeto de Policultura que está sendo executado no Brasil, no agreste do Estado da Bahia, no Município de Uauá. Agricultores que antes cultivavam o solo com a monocultura do feijão ou milho, hoje produzem além destes cultivos, outros como abóbora, gergelim, mandioca, sorgo, girassol, melancia, andu e forragem para os animais. O impacto na vida das famílias é sensível, pois ademais do aumento considerável na produção e diversidade de alimentos disponíveis, os mesmos são produzidos durante todo o ano assegurando uma adequada dieta alimentar constante. Também, o projeto de Policultura combate a erosão e melhora a qualidade do solo.

 

COMO TRABALHAMOS PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Em países aonde falta um sistema bancário confiável ou economias formais e instituições de crédito, ou onde os serviços que eles proporcionam são de difícil acesso ou negados às mulheres e àqueles vivendo em pobreza, a ADRA executa projetos que provêem micro créditos, que fortalecem e desenvolvem as capacidades destas pessoas e proporciona materiais básicos com o intuito de impulsioná-las em pequenos negócios que gerem renda no âmbito familiar e na comunidade, e conseqüentemente melhorem sua qualidade de vida.

Experiências de êxito acontecem na ADRA Peru onde homens e mulheres empreendedores e de escassos recursos foram capacitados, receberam crédito, aumentando as oportunidades de emprego e consequentemente o ingresso familiar.

 

No Brasil a ADRA administra 41 CADECs – Centro Adventista de Desenvolvimento Comunitário. Estes têm entre suas atividades a capacitação profissionalizante de jovens e adultos oriundos de famílias carentes para sua inserção no mercado de trabalho. Os CADECs oferecem oficinas de corte e costura, bordado, pintura, cabeleireiro, manicure, panificação, culinária, fabricação de produtos de higiene pessoal, computação, alfabetização de jovens e adultos, entre outros.

 

COMO TRABALHAMOS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA

A educação é a chave para romper o ciclo da pobreza. Os projetos de Educação Básica da ADRA criam futuros promissores ao facilitar esta oportunidade para crianças e adultos, especialmente mulheres e meninas.

A ADRA entende que a educação abre portas para a vida. Procurando capacitar crianças e trazer novos começos para aqueles que perderam oportunidades de estudar, a ADRA proporciona educação primária para crianças, alfabetização e matemática básica para jovens e adultos, formação de professores e apoio para educação vocacional.

O objetivo da ADRA neste componente é de favorecer o desenvolvimento social e econômico fundamentado no desenvolvimento das capacidades pessoais, considerando as crianças, adolescentes e toda a família como protagonistas mais importantes para o desenvolvimento.

Para tal, no Brasil a ADRA mantém creches em bairros carentes da periferia de cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Aí crianças recebem instrução musical, aprendem manualidades, brincam, são alimentadas, ou seja, estão envolvidas em atividades que colaboram para o seu desenvolvimento global, preparando-as para o próximo ciclo, a educação formal.

Nos chamados Núcleos Infantis, crianças de 7 a 12 anos passam o turno oposto ao das aulas da escola regular recebendo reforço escolar, participando de atividades recreativas, além de receberem duas refeições balanceadas.

 

No Equador a ADRA facilita o aprendizado para dezenas de jovens e adultos que participam do “Programa de Alfabetização e Hortas Familiares”. Testemunhos de pessoas que aprenderam a ler e escrever emocionam mostrando que a educação contribui para a auto-estima, facilita nas atividades cotidianas, na realização de sonhos e até mesmo em sua saúde.

 

No Chile a ADRA está responsável em prover educação formal para jovens que se encontram na prisão aguardando julgamento ou cumprindo suas penas devido a seus delitos. Dentro da unidade educativa prisional a ADRA mantêm uma equipe de professores responsáveis pela educação destes jovens proporcionando-lhes a oportunidade de continuar seus estudos, visando contribuir para sua futura reinserção na sociedade.

Crianças em situação de risco no Paraguai são o alvo do projeto “Mitame Guará” (Pela Criança), que consiste em uma escola de futebol para meninas e meninos. Nessa escola participam 170 menores que não somente recebem instrução esportiva como também um completo programa de formação de valores, habilidades para a convivência e apoio escolar.

 

COMO TRABALHAMOS PARA A SAÚDE PRIMÁRIA

O HIV e a AIDS, altas taxas de nascimento, analfabetismo, falta de acesso à assistência médica, água potável e saneamento estão dificultando o potencial de muitas pessoas. Para combater isto, a ADRA estabelece serviços e programas educativos de saúde comunitária com o objetivo de melhorar as condições de saúde e a qualidade de vida de famílias que vivem em zonas de pobreza.

Ênfase especial é colocada nas questões de sobrevivência infantil, nutrição, água e saneamento, programas de prevenção e combate ao tabagismo, às doenças sexualmente transmissíveis, HIV e AIDS, e abuso infantil. Para a sustentabilidade, a ADRA treina agentes comunitários de saúde, fortalece as capacidades dos serviços de saúde e cria vínculos com os programas e recursos de governos.

Estas atividades se executam desde um enfoque integral para alcançar mudanças no melhoramento do estilo de vida através da adoção de práticas saudáveis, aplicando estratégias educativas, preventivas e promocionais com a assistência técnica de profissionais comprometidos com a saúde pública e socialmente responsáveis.

No Peru, a ADRA desenvolve o “Programa Ally Micuy (Bom Alimento) – Redução da Desnutrição Crônica”, inserido no Programa Andino de Desenvolvimento Integral de Segurança Alimentar que tem como objetivo melhorar o nível da saúde e nutrição de crianças menores de três anos de idade e mulheres gestantes. Até o momento, mais de 7.342 mães estão registradas e sendo beneficiadas pelo programa.

Também estão sendo construídas obras de saneamento comunitário, poços de água, proteção de mananciais, construção de sistemas de distribuição de água, cujos resultados contribuem diretamente na saúde das pessoas.

Como coadjuvantes e fortalecendo as ações de saúde do governo, no Paraguai a ADRA através do Projeto Barco Hospital leva assistência médica e odontológica em lugares de difícil acesso às populações ribeirinhas.

 

COMO TRABALHAMOS NAS SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA

Guerras, secas, furacões, terremotos, enchentes e outras emergências têm devastado vidas humanas e impedem o desenvolvimento. Seu impacto numa comunidade local é ainda pior quando combinado à pobreza, ao desenvolvimento insuficiente e ao conflito étnico.

Embora o efeito de certos desastres naturais possa ser imediato, deixando milhares de pessoas desabrigadas e sem alimento, água potável e roupas, muitas emergências, tais como secas e fome, acontecem durante períodos de tempo mais longos. Nestas situações a ADRA se empenha para assegurar que o impacto das emergências não exceda a capacidade das pessoas de sobreviver.

Assim como o número de emergências está aumentando, a resposta da ADRA também. Nosso objetivo é simples: salvar vidas. Isto significa ser ágil e pró-ativo ao responder às diferentes e variadas necessidades das pessoas em crise e sofrimento crônico.

Desde os primórdios da ADRA o trabalho assistencial tem sido parte importante de sua missão. Hoje, a ADRA está ativamente engajada e pronta para ajudar em cada uma das fases de uma emergência: estado de alerta, resposta imediata, recuperação, atenuação e desenvolvimento de longo prazo.

Na América do Sul, em 2008, o vulcão Chaiten no Chile despertou lançando cinzas para a atmosfera de maneira incrível; enchentes em Guayaquil – Equador, nas terras férteis da Bolívia, no litoral do Estado de São Paulo, nos pampas gaúchos. Milhares de pessoas desabrigadas que são atendidas pela ADRA e seus voluntários com alimentos, roupas, cobertores, medicamentos, água potável, produtos de higiene pessoal para citar alguns. Todo o trabalho é realizado em coordenação com as autoridades dos respectivos Municípios afetados e Defesa Civil.

Também, obras de construção de barreiras contra enchentes, recuperação de solos aráveis, construção de abrigos, construção e reforma de casas, assistência psicológica pós-traumática são algumas das outras atividades dentro deste componente.

COLABORADORES NA MISSÃO DA ADRA

Para a realização do ministério da ADRA no vasto território da Divisão Sul Americana, a agência trabalha em parceria com uma ampla variedade de agências governamentais de desenvolvimento internacional como AECI, CIDA, SIDA, USAID, JICA; organizações não governamentais internacionais tais como UNICEF, UNHCR, PMA, OIT; universidades, fundações e empresas privadas como a Petrobrás.

No entanto, o ministério da ADRA depende em grande parte de doações pessoais, de parceiros fiéis que têm feito da ADRA o seu meio de expressar amor ao próximo. Estas doações desenvolvem comunidades inteiras, tornando a vida digna de ser vivida para milhões de pessoas no mundo inteiro.

Finalmente a ADRA na Divisão Sul-Americana agradece a todos aqueles que apóiam seu ministério em prol dos mais necessitados e juntos confirmam na vida de milhares de pessoas o seu moto:

“Transformando o mundo, uma vida de cada vez.”

 

AECI  Agência Espanhola de Cooperação Internacional
CIDA  Agência Canadense de Desenvolvimento Internacional
SIDA  Agência Sueca de Desenvolvimento Internacional
USAID Agência Norte Americana de Desenvolvimento Internacional
JICA  Agência Japonesa de Desenvolvimento Internacional
UNICEF Fundo das Nações Unidas para a Infância
UNHCR Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados
PMA  Programa Mundial de Alimentação
OIT  Organização Internacional do Trabalho

FALE CONOSCO

ADRA DIVISÃO SUL-AMERICANA
Diretor: Günther Marvim Wallauer
Endereço: Caixa Postal 02600 – CEP 70279-970 
Av. L3 Sul, SGAS 611, Módulo 75/76 – CEP 70200-710 
Brasília, DF – BRASIL
Telefone: 55 (61) 3701-1850

ADRA BOLÍVIA
Diretor: Johnny Velasquez G.
Endereço: Casilla 6044 
Av. Brasil, 1329 – Miraflores
La Paz – BOLIVIA
Telefone: 591 (2) 222-1310
Site: http://www.adra.org.bo/

ADRA CHILE
Diretor: Jorge Ale Arroyo
Endereço: Maria Luisa Santander, 292 – Providencia
Santiago – CHILE
Telefone: 56 (2) 269-0500
Site: http://www.adra.cl/site/

ADRA EQUADOR
Diretor: Ignacio Goya
Endereço: Casilla 17-21-1908 
Mariano Paredes N72-49 y Rodrigo de Villalobos – Sector Ponciano Alto
Quito – Equador
Telefone: 593 (2) 280-4670
Site: http://www.adra.ec/

ADRA PERU
Diretor: Walter Britton
Endereço: Avenida Angamos Oeste, 770 – Miraflores
Lima – PERU
Telefone: 51 (1) 712-7720
Site: http://www.adra.org.pe/

ADRA ARGENTINA
Diretor: Roberto Giaccarini
Endereço: Libertad 3360 (1602) Florida 
Buenos Aires – ARGENTINA
Telefone: 54 (11) 4761-7597
Site: http://www.adraargentina.org.ar/

ADRA PARAGUAI
Diretor: Javier Espejo
Endereço: Herminio Giménez N° 3403, Bairro Seminario, Asunción – Paraguai
Telefone: 595 (21) 202-420
Site: http://www.adra.org.py/

ADRA URUGUAI
Diretor: Pr. Heriberto Peter
Endereço: Mateo Vidal 3217 
11600 Montevideo – Uruguai
Telefone: 00 598 2 4574305

ADRA BRASIL
Diretor: Paulo Lopes
Endereço: SGAS 611 – Conj. D – Parte C – Asa Sul
CEP: 70200-710
Brasília – DF
Telefone: 55 (61) 3701-1869
Site: http://twitter.com/ADRABrasil

 

Nenhum Comentário

Não existem comentários ainda para ADRA – Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais. Eu acho que você quer escrever um comentário, estou certo?

Vamos lá, deixe o seu comentário